Iniciar uma conversa

Contas remotas (ideal para IP dinâmico e pequenos escritórios - inclui redundância via provedor)

NOTA: Não deixe de assistir ao nosso vídeo sobre contas remotas, onde abordamos boa parte dos assuntos citados nesta FAQ de forma prática. Clique aqui para assistir.


Referenciamos o procedimento, passo a passo, para usar o IceWarp em uma rede local, com IP dinâmico ou fixo, a fim de se compartilhar E-Mails e acesso Web em rede. Esta configuração é muito usada em pequenos escritórios que possuem IP dinâmico, mas querem ter o poder de possuir seu próprio servidor de mail. Em tal cenário, o MX (registro que indica quem recebe e-mails), aponta para o seu provedor. Seu IceWarp simplesmente baixa e-mails do seu provedor, de forma que todos usuários devem acessar e-mails via IceWarp, porém podem acessar o webmail do provedor, que pode manter x dias de e-mails, em caso de uma falha no seu servidor IceWarp. Trata-se de uma redundância de baixo custo para sistemas com poucas contas.

Neste cenário, caso possua IP dinâmico em seu escritório, provavelmente será ideal retransmitir emails destinados ao mundo externo também através do seu provedor (o chamado relay, visto adiante), já que IPs de conexões de banda larga costumam estar em muitas listas negras DNSBL.

Outro grande benefício, além da liberdade de configurar suas contas de E-Mail da forma que desejar, é a possibilidade de se ter uma conta de E-Mail única no seu provedor de acesso, e configurar no seu IceWarp um número maior de contas, evitando o custo de contas adicionais em seu provedor.

Como funciona?

Estamos considerando que você obtém mensagens através do seu provedor de acesso (ISP). Usaremos como exemplo, o domínio LNT.COM.BR. Neste domínio, referenciaremos três contas para fins de exemplificação:

GUSTAVO@LNT.COM.BR
FLAVIO@LNT.COM.BR
FINANCEIRO@LNT.COM.BR

Observação: Neste artigo, ensinamos a criar uma conta, flavio@lnt.com.br, mas vamos considerar que todas as contas acima foram criadas da mesma forma.

Você está na rede local (LAN) do seu escritório, com três computadores/usuários e o IceWarp Mail Server devidamente instalado em um outro micro dedicado.

O IceWarp deve ser alocado na máquina que está conectada à Internet, preferencialmente conexão de banda larga, mas também sendo possível usar o acesso dial-up (discado). Imaginemos que em nosso escritório, desejamos usar o IceWarp com uma conexão ADSL de banda larga, com IP dinâmico. Além disso, nesta mesma máquina, temos uma segunda placa de rede com um endereço de IP fixo, como 192.168.0.100. Nos demais computadores da rede, usamos também o endereçamento local, no formato 192.168.0.x.

As contas inicialmente citadas são usadas pelos respectivos usuários para troca de mensagens com a Internet e de forma local, sem passarem pela Internet.

Nos programas de E-Mail dos respectivos micros clientes, indique como Host SMTP e POP (ou IMAP), o IP onde o IceWarp está instalado (192.168.0.100), ou um host associado a este IP.

Uma conta remota adicional será criada para receber mensagens endereçadas a usuários “desconhecidos”, que são recebidas em uma conta do tipo "pega tudo" em seu provedor, de forma que você pode ter uma única conta remota associada a diversas contas locais.

Recebimento de mensagens via Contas Remotas

Obtenha o IceWarp em http://www.icewarp.com.br/downloads e instale-o.

Acesse o Console de Administração através do Menu Iniciar / Programas / IceWarp Server / Administração. Crie um novo domínio, caso ainda não exista, em Domínios & Contas/Gerenciamento, clicando no ícone na parte superior (imagem de um planeta) ou clicando com o botão da direita na área em branco à direita e escolher Novo Domínio. Você precisará preencher o campo E-mail, na primeira aba "Domínio", com o e-mail do administrador, que recebe neste endereço e-mails importantes referentes a licenciamento e erros do sistema.

Caso existam contas no provedor que inexistem no IceWarp, na aba Opções do Domínio criado, em Tipo, defina-o como sendo Domínio de Backup e não Padrão. No campo Valor, ao lado do termo Backup Domain, digite o endereço o IP ou host do SMTP de seu provedor, como por exemplo, mail.terra.com.br. Isto porque qualquer mensagem endereçada a contas desse domínio que não existem no IceWarp, serão encaminhadas para as contas no servidor do seu provedor. 

Caso tenha problemas em que provedor exige autenticação quando o backup domain é acionado, você pode usar a mesma sintaxe de autenticação vista antes no campo relay, também no campo Valor do Domínio de Backup.


Configurado o domínio lnt.com.br como Backup Domain


Crie contas de E-Mail no console do IceWarp, em Domínios & Contas/Gerenciamento. Para criar uma conta, clique com o botão da direita em cima do respectivo domínio e escolha opção Adicionar Usuário. Digite o apelido, palavra que antecede o @ no endereço de E-Mail e a respectiva senha, clicando em seguida no botão Gravar. Por padrão, todas as contas são criadas como IMAP & POP3 (funcionam ambos os protocolos), como pode ser visto na guia Opções Existem várias outras configurações úteis, como limites para envio e recebimento de mensagens, que você dominará com o tempo. Considere não criar as contas locais como POP, já que o POP informa a data/horário em que a mensagem foi recebida pelo IceWarp, enquanto que o IMAP preserva data/horário originais da mensagem.


Criando a conta local Flavio (flavio@lnt.com.br)

Consideramos que já criamos também uma conta denominada gustavo@lnt.com.br. Se a conta gustavo@lnt.com.br enviar um E-Mail para flavio@lnt.com.br, ela será enviada locamente através do IceWarp, sem passar pela Internet. Entretanto, se o destinatário for outro E-Mail não configurado no seu IceWarp local, o E-Mail será entregue ao destinatário através da Internet, como veremos adiante.

Se alguém enviar um E-Mail, a partir da Internet, para as contas gustavo ou flavio, este será entregue ao provedor de acesso, para as respectivas caixas de correio, que também devem existir no mesmo.

Os E-Mails ficarão no provedor de acesso, até serem recebidas pelo IeWarp Server em sua rede local, através das contas remotas, sendo finalmente distribuídas as mensagens para as respectivas contas criadas localmente.

Para conseguir tal funcionamento, você precisa criar Contas remotas no IceWarp configurado em sua rede local. As contas remotas simplesmente recebem mensagens de respectivas contas do seu provedor usando POP3 ou IMAP, como é feito com programas de E-Mail, como o Outlook.


Criando a conta remota flavio (flavio@lnt.com.br)

No exemplo acima, criamos uma conta remota para a conta flavio@lnt.com.br. No campo nome, colocamos um nome que seja de fácil identificação, no caso, digitamos "Conta remota Flávio". Definimos o servidor POP mail.terra.com.br no campo Servidor, o username da conta POP (no caso, o e-mail completo) e a respectiva senha, a fim de obter mensagens do provedor.

Note que há necessidade de se digitar o endereço de E-Mail que receberá as mensagens obtidas a partir das contas remotas, no campo Encaminha p/. Logo, no caso de flavio@lnt.com.br, digitamos flavio@lnt.com.br no campo Encaminhar p/, tendo em vista que já criamos uma conta local que receberá as mensagens obtidas a partir dessa conta remota. No caso da tela acima, encaminhamos e-mails da conta flavio@lnt.com.br no provedor remoto para flavio@lucanet.com.br, o que também é possível, porém menos usual (ter uma conta local diferente da conta de recebimento).

OBS: No caso do GMail, você precisa ativar o IMAP nas configuração da sua conta no sistema deles. No IceWarp, use como host a porta SSL. Por exemplo, no caso do POP, imap.gmail.com:995 ou no caso do IMAP pop.gmail.com:993. Use também a opção "Direcionar TLS/SSL" no item TLS/SSL da conta remota criada no IceWarp.

Dica: costumamos configurar as contas remotas como POP, pois a leitura dos logs do mesmo são mais fáceis que o IMAP. Pode ser necessário, no servidor de onde e-mails são baixados, não permitir sessões POP simultâneas. Isso porque, caso use um intervalo de obtenção de e-mails muito curto, pode ocorrer do sistema começar a baixar e-mails quando ainda não acabou de baixar e-mails de uma sessão anterior, gerando duplicidades. Caso o servidor de origem, de onde as contas são baixadas, seja um IceWarp, ative um parâmetro via API que não permite sessões simultâneas de uma mesma conta POP.

Conforme icewarp/api/delphi/apiconst.pas, ative a seguinte constante:

C_System_POP3_Locking = $31E; // Bool POP3 does not allow multiple login of one account 0

Ou seja, digite na raíz do IceWarp:

tool modify system c_system_pop3_locking 1

Caso prefira, a partir do IceWarp 10.3, acesse Arquivo/Console API, através do console e faça uma busca por "locking". Altere a respectiva variável para "true" (não permitir sessões simultâneas para uma mesmac onta POP).

Entretanto, as contas locais em seu IceWarp devem ser configuradas como POP/IMAP (default), pois dessa forma IceWarp obtém o horário de recebimento dos emails do header dos mesmos, diferentemente da conta POP, que informa a data/hora em que o IceWarp recebeu os emails.

Vale ressaltar que neste exemplo, estamos recebendo mensagens de contas individualmente e repassando-as para o IceWarp.

O próximo parâmetro importante é a periodicidade com a qual o IceWarp Server irá obter mensagens do seu provedor de acesso. Você pode setar este parâmetro caso clique no botão Agendamento. Após clicar no botão Agendamento, clique no botão Adicionar e determine algo como obter e-mails durante todos os dias, a cada 5 minutos. Vale ressaltar que você pode definir um agendamento global, em Sistema/Conexão/Avançado/botão Agendamento Global, que é herdado para todas as contas remotas, de forma que você não precise definir a periodicidade desejada em cada conta.

Após esse último passo, você pode clicar em Gravar, para salvar a conta remota.

Você já pode realizar um teste. Enviar uma mensagem de um outro sistema para a conta flavio@lnt.com.br. O seu IceWarp deve baixar a mensagem e encaminhar para a respectiva conta local flavio@lnt.com.br. Dando um duplo clique na conta de usuário flávio, no console, você deverá visualizar a mensagem recebida. Caso negativo, o próximo passo seria analisar o log POP, que precisa ser ativado em Sistema/Logging, em modo Depurado e Resumido e depois visualizado em Status/Logs, escolhendo logs do tipo POP, especificando uma data e intervalo de horário, em seguida clicando no botão Carregar.

Envio de mensagens

Um dos desafios é como realizar o envio de mensagens. Empresas que contam com IP fixo através de link Internet podem enviar e-mails diretamente para os servidores de destino, efetuando resolução de DNS, a fim de determinar para onde aponta o MX (recebimento de e-mails) do domínio de destino, conectando-se ao mesmo e entregando os e-mails.

Empresas que possuem IP dinâmico ou até mesmo IP fixo de provedor banda larga (ADSL/Cabo), podem ter problemas enviando emails diretamente para os servidores de destino, pelo fato de muitos sistemas e listas negras DNSBL recusarem emails vindos de tais IPs. Verifique em sites como http://www.ipok.com.br, dentre oimgsrcutros sistemas de checagem, no teste de Blacklists (listas negras), se o seu IP de saída está listado em listas significativas como Spamhaus, Spamcop e SORBS, dentre outras, o que provavelmente inviabiliza realizar entregas diretas.

No nosso caso, será mais seguro e confiável enviarmos as mensagens através do provedor o qual estamos obtendo nossas mensagens, realizando o chamado "relay", ou seja, todos e-mails de saída são enviados para o provedor, que por sua vez entrega as mensagens para o destino final.

Ative a opção Use Relay server, em Correio/Geral/aba Entrega. Especifique o endereço do servidor do seu provedor no respectivo campo, de preferência digitando o endereço IP ao invés do host. Dessa forma, ele será usado no envio de mensagens para a Internet.

Você deverá ser barrado pelo seu provedor com relação ao envio, pois o protocolo SMTP, referente ao envio de mensagens, por padrão não possui senha. Os provedores procuram formas alternativas de autenticação. As mais comuns são POP antes de SMTP, em que você precisa primeiro receber mensagens, para poder enviar durante um prazo estipulado após o recebimento (o que talvez permita que o envio de emails já esteja funcional) e o SMTP AUTH (autenticação SMTP), que seria o ideal. No SMTP AUTH, extensão do protocolo SMTP, é realizada uma autenticação, na qual o servidor de mail de utiliza seu login POP/IMAP e respectiva senha também para o envio.

O ideal é primeiro tentar utilizar o SMTP AUTH. Para tal, antes de mais nada, é preciso saber se o seu provedor exige autenticação do login apenas com o username (palavra antes do @) ou com o E-Mail inteiro. Segue a sintaxe que deve ser definida na opção Use Relay Server, para ambos os casos. Vale ressaltar que você precisa autenticar apenas com uma mesma conta, para conseguir enviar emails através de todas as demais. Garanta que o seu provedor não restrinja  número de envios por dia ou, mesmo que cobre excedente por envio excessivo, não impeça o envio caso um limite seja atingido e permita que consiga auditar o número de envios. É capaz, ainda, que seu provedor bloqueio autenticar com uma conta e enviar com outras contas, sendo necessário contatá-los para liberação.

Autenticando envio com username

- Autenticação SMTP onde o seu login é apenas o username, palavra que antecede o @ em seu endereço de E-Mail. Por exemplo, para acessar a conta flavio@lnt.com.br, meu provedor exige que eu faça login apenas com a palavra "flavio".

No campo Usar Relay Server, digite:  username:senha@nomedohost.com.br

Exemplo: flavio:senha123@mail.terra.com.br

OBS: Caso precise especificar uma porta diferente da 25, no final da sintaxe, adicione :porta. Exemplo: flavio:senha123@mail.terra.com.br:587

OBS 2: SSL não é suportado neste campo, para sistemas como GMail e Yahoo!, deve ser necessário especificar a porta 587.

Autenticando envio com e-mail completo

- Autenticação SMTP onde o seu login é o seu E-Mail inteiro. Por exemplo, para acessar a conta flavio@lnt.com.br, meu provedor exige que eu faça login com "flavio@lnt.com.br".

No campo Use Relay server, digite: username@dominio.com.br:suasenha@nomedohost-smtp.com.br

 Exemplo: flavio@lnt.com.br:senha123@smtp.terra.com.br

OBS: Caso precise especificar uma porta diferente da 25, no final da sintaxe, adicione :porta. Exemplo: flavio@lnt.com.br:senha123@smtp.terra.com.br:587

Pronto! Faça um teste, enviando uma mensagem a partir de uma conta de E-Mail externa para um E-Mail configurado em seu IceWarp. Veja se a mensagem chega (recebimento) e responda a esta mensagem, para saber se o caminho contrário também esta funcional, ou seja, o envio de mensagens do seu IceWarp para outros usuários da Internet. Utilize a opção Status/Sessões, no Console IceWarp, para verificar as conexões SMTP e POP sendo feitas em tempo real. Na conta remota,  clique em Conectar Agora, para forçar uma checagem por e-mails em seu provedor, e rapidamente clique no Server Monitor, para visualizar a transferência, podendo dar um duplo clique para visualizar respectivo trecho do log.

Para configurar as contas em um programa de E-Mail, como Outlook Express, como HOST SMTP (envio) e POP  ou IMAP (recebimento), simplesmente digite “localhost” (sem aspas), caso esteja na mesma máquina onde o IceWarp está. Caso esteja em um dos outros computadores da sua rede local, como host, especifique o IP da máquina onde está o IceWarp, no nosso caso, 192.168.0.100. Como por padrão o IceWarp usa username para login, no campo Nome da conta do Outlook, devemos digitar apenas o username. Exemplo: flavio

Por último, mas de extrema importância, devemos ativar a autenticação SMTP (SMTP AUTH). Ainda no Outlook Express, entre no menu Ferramentas, opção Contas e dê um duplo clique na conta a ser editada. Ao final da guia Server dessa tela, marque a opção “Meu Servidor Requer Autenticação”.

Conta Pega Tudo no provedor

Outra opção muito interessante e econômica é ter apenas uma conta do tipo Pega-tudo em seu provedor e criar diversas contas no seu  IceWarp local. O  IceWarp automaticamente distribui mensagens para as respectivas contas configuradas localmente.

Neste caso, lembre-se que solicitamos ao provedor para criar uma conta Pega-tudo denominada pegatudo@lnt.com.br, que receberá e-mails para contas que não existem (não foram criadas no provedor). Se possíve, peça ao seu provedor para ativar o X-Envelope-To nessa conta, garantindo que IceWarp conseguirá detectar qual a conta de destino ao baixar e-mails via conta remota.

Siga, pois, o mesmo procedimento descrito acima para a conta Flavio, entretanto, configure uma conta remota que receba mensagens da conta pega-tudo pegatudo@lnt.com.br. No campo Forward To (Encaminhar Para), especifique uma conta para a qual serão entregues mensagens as quais o IceWarp não consegue detectar a conta de destino.

Na guia Domain POP, ative a primeira opção Domain POP, para que o IceWarp distribua mensagens recebidas nessa conta, para respectivas contas locais, de acordo com o cabeçalho das mensagens recebidas e clique em Gravar. Crie quantas contas locais que desejar, desde que no mesmo domínio. Neste caso, se alguém enviar email para financeiro@lnt.com.br, contanto que esteja conta esteja criada no IceWarp, a conta remota desconhecidos@lnt.com.br receberá a mensagem e encaminhará para a conta correta.

IMPORTANTE: Recomendamos que deixe marcada a opção "Não processar cabeçalho Received:", na guia Domínio POP da conta remota pega tudo. Isso porque, caso negativo, IceWarp poderá se basear apenas no "Received for" e não entregar a mensagem a todos destinatários especificados no cabeçalho para.


Domain POP - Definindo uma conta remota pega tudo para múltiplas contas locais


Você pode, inclusive, ter algumas contas baixando emails, conta por conta, encaminhando para respectivas contas locais e uma conta remota que recebe emails de uma conta pega tudo, automaticamente detectando a conta local para qual deve entregar emails. Dessa forma, você pode ter economias em seu provedor, já que criará no mesmo apenas algumas contas e o resto das contas recebe mensagens em uma conta pega tudo do provedor, que o IceWarp consegue distribuir para respectivas contas locais, através do recurso Domain POP. Baixar mensagens conta por conta pode ser útil pois, caso tenha algum problema no servidor onde está o IceWarp, você pode visualizar os emails de tais contas diretamente pelo WebMail do seu provedor.

Dica

- Caso use a opção de manter mensagens no servidor em suas contas remotas e queira reinicializar os índices que dizem respeito se uma mensagem já foi lida, tal configuração fica na pasta /icewarp/config/domain.

Localize arquivos como "remote.xx.7C96.dat", onde xx é o nome da conta remota. Caso renomeie este arquivo, IceWarp deve iniciar novo índice de controle de mensagens lidas/não lidas e realizar download de todas as mensagens da caixa de entrada da conta remota.
Escolher arquivos ou arraste e solte arquivos
Esse artigo foi útil?
Sim
Não
  1. Flávio Zarur Lucarelli

  2. Publicado
  3. Atualizado

Comentários